logo
Economia e Negócios
     

07/06/2019
Quer economizar? Sicoob tem linha de crédito para Energia Renovável

Com tecnologia fotovoltaica, por exemplo, contas de luz podem ficar até 90% mais baratas

A vida do empresário Sérgio Luís Vieira mudou para melhor há cerca de seis meses. O motivo? A instalação de um sistema de Energia Fotovoltaica no prédio onde mora e onde funciona, também, a padaria em que investe há 6 anos.

“Já paguei contas de R$1,6 mil num só mês. Agora, elas chegam com média de R$120”, comemora. Ou seja: economia que ultrapassa os 90% garantindo sustentabilidade ao bolso e ao Meio Ambiente.

Algo que tem tudo a ver com o Sicoob Credivertentes, sua filosofia cooperativista e seu objetivo de promover justiça financeira oferecendo as melhores soluções aos associados. Por isso mesmo, a cooperativa conta com uma nova linha de crédito, o Financiamento Sicoob Energia Renovável. Com ele, o associado garante recursos para adquirir equipamentos e economizar nas contas de luz agora enquanto parcela o financiamento inteiro em até 60 meses. Tudo isso com taxas de juros super competitivas, entre 0,95% e 1,10% ao mês. 

 

Mas afinal, o que é Energia Renovável?

Há muito tempo já se fala sobre Aquecimento Solar no Brasil, o 3º maior utilizador dessa tecnologia no mundo! Ou seja: por aqui, já somos experts em contar com água quente dentro de casa com uma ajudinha do Sol.

Na última década, porém, outra opção veio à tona. A de Energia Solar Fotovoltaica. Na prática, o termo difícil quer dizer algo simples: captar a luz do Sol através de painéis especiais e convertê-la em eletricidade para consumo interno. Tudo cuidadosamente calculado por um Medidor Bidimensional – que conta a energia que entra e sai dali.

Isso porque o sistema de Energia Solar Fotovoltaica é, na verdade, complementar ao da distribuidora tradicional em uma relação de parceria que se manifesta na conta.

Se num mês específico o sistema alternativo produziu mais energia do que o necessário para utilização, a “sobra” se transforma em créditos para o usuário – super necessários, por exemplo, nos períodos chuvosos, com pouca incidência de luz natural. Por outro lado, se num cenário parecido a residência ou ponto comercial não produz energia suficiente, acaba recebendo “cargas” automaticamente de empresas como a Cemig para que tudo continue funcionando.

Um alívio enorme para as hidrelétricas, que amenizam sua sobrecarga de produção. Por isso mesmo, o Ministério de Integração Nacional anunciou investimento de R$3 bilhões em projetos voltados a energia alternativa em 2018, sustentando posturas do Governo Federal que, nos últimos anos, já vinha defendendo a expansão de projetos no segmento como forma de evitar crises energéticas a exemplo da ocorrida em 2015. 

 

Financiamento Sicoob Energia Renovável

A linha é voltada à aquisição de materiais e equipamentos desses sistemas; bem como na cobertura de mão de obra para instalá-los. E o melhor: vale tanto para Aquecimento Solar quanto para Energia Fotovoltaica, por exemplo. “A ideia é permitir que o associado acesse a tecnologia da forma mais rápida possível e garanta os benefícios econômicos dela em curto prazo sem se preocupar imediatamente com quitar os investimentos, já que acontecerão de forma planejada ao longo de até 60 meses com pagamentos que podem ser mensais, bimestrais, trimestrais, semestrais ou mesmo anuais”, explica o gerente de Negócios do Sicoob Credivertentes, Rogério Ladeira.

Ele lembra, ainda, que o financiamento vale tanto para projetos da área Rural quanto da Urbana, envolvendo imóveis comuns, empreendimentos comerciais e estruturas agropecuárias.  

Outro gerente, Sérgio Nascimento, acrescenta mais vantagens: “Além das nossas taxas, há a baixa burocracia para aderir ao crédito e o que chamamos de ‘autofinanciamento’. Afinal, a economia feita nas contas de luz mensalmente pode cobrir os investimentos de maneira tranquila e planejada”, destaca.

Boa notícia para o empreendedor Deine Vassalos. Ele e a esposa são donos de uma lanchonete em Itutinga e já aderiram ao Sicoob Energia Renovável. “Pago cerca de R$1,5 mil mensais em conta de luz. Economizando 90% desse valor eu fico mais tranquilo pra investir no meu negócio e nos meus três colaboradores ao mesmo tempo em que pago o crédito rapidinho, sem dificuldade e sofrimento”, elogia.

Gostou da possibilidade, já pensa em aderir e quer outras informações sobre ela? Só procurar nossa agência mais próxima e conversar com um de nossos colaboradores.

WhatsApp Email LinkedIn Google+