logo
Credivertentes
     

07/02/2019
Credi investe em aperfeiçoamento profissional

Aperfeiçoamento de colaboradores ganha destaque no Sistema e faz a diferença para os associados

Foto: @mindandi/Freepik

Mais do que acreditar no potencial de cada um dos seus mais de 150 colaboradores, o Sicoob Credivertentes INVESTE nesses talentos. Prova disso são os quase 300 cursos realizados pelos profissionais da casa ao longo de 2017 e a presença confirmada em mais de 200 atividades de desenvolvimento de janeiro até setembro de 2018.

É nessa lista que entram o Programa de Desenvolvimento do Perfil Gerencial (PG) e o Gestão Estratégica de Negócios (GEN), cursos de especialização balizados pela Universidade Fundação Mineira de Educação e Cultura (Fumec), em Belo Horizonte.

 

PG

Os cursos tiveram duração de aproximadamente um ano e meio e culminaram em formatura de cinco colaboradores do Sicoob Credivertentes em agosto deste ano. Francielle Pereira, gerente da agência de Alfredo Vasconcelos; e Fernanda Azarias, agente de atendimento em Itutinga, graduaram no PG. O objetivo do curso, conforme a própria ementa, é “desenvolver potenciais líderes para atuação nas Cooperativas em um novo modelo de gestão”.

Algo que, segundo ambas, foi conquistado. “Não foi fácil conciliar a rotina intensa do Ponto de Atendimento aos compromissos diários, estudos e Trabalho de Conclusão de Curso. Mas valeu a pena entrar de cabeça nesse desafio e ver tantas transformações”, diz Francielle.

Fernanda não se distancia desse ponto de vista. Dona de uma choperia, ela diz que precisou entender o relógio de uma forma diferenciada para se adaptar. “Li certa vez que ‘as pessoas mais ocupadas são aquelas que acham tempo pra tudo’. E foi a partir daí que reorganizei tudo. Não foi fácil, mas agradeço porque meu conhecimento técnico cresceu e me tornei mais resiliente para lidar com o inesperado. Foi uma revolução”, explica.

 

GEN

Os gerentes Endel Lopes, de Itutinga; Jaqueline Caputo, de Prados; e Lidiane Reis, de São Tiago; foram os formandos pelo GEN. Antes, desenvolveram um “Projeto Aplicativo (Plano de Negócios) aplicado à necessidade de cada cooperativa participante”. O de Lidiane, focado no Índice de Aproveitamento de Produtos (IAP), se destacou e foi premiado em votação dentro do Sistema Crediminas. “Passei madrugadas estudando até cochilar em cima do computador. Perdi finais de semana, momentos com a família. Mas sempre sabendo que os sacrifícios eram necessários. Não por outro motivo, chorei muito quando soube da premiação”, lembra em referência a um pacote de viagem para Maceió nas férias.

Vivenciando situações semelhantes com um filho recém-nascido em casa, Endel frisa que a motivação para prosseguir veio de quem estava ao seu redor. “Enxerguei a oportunidade como um voto de confiança da cooperativa; de apoio da equipe que cuidou da agência; e de muita compreensão das pessoas que amo. O ápice surgiu quando um associado comentou ‘Sei que esse esforço é pensando em nós também. E pode ter certeza de que reconhecemos’”, conta.

Já Jaqueline enalteceu o compartilhamento de teorias, práticas e possibilidades tanto no curso em si quanto no dia-a-dia em Prados. “Foi um período de muito trabalho. O retorno, porém, veio rápido. Sempre digo que o GEN fez diferença não apenas pra mim como profissional, mas pra agência como um todo. Foi muito gratificante ouvir de um colega: ‘Fico ansioso toda semana quando você retorna da capital, porque sei que vou aprender mais”.

 

WhatsApp Email LinkedIn Google+