logo
Cultura & Variedades
     

04/10/2018
Bom humor, História e trocadilhos: mais um causo de Padre José Duque

Narrativa faz parte de livro disponível para download

Arte: Aléssio Pires e Deividson Costa

Viajando certa vez a Belo Horizonte, passando por São João del-Rei, Padre José impressionou-se com a grande aglomeração de pessoas, corporações militares perfiladas e bandas de música ao chegar à Estação Ferroviária.

Com seu espírito brincalhão, dirigiu-se a um cavalheiro próximo, garbosamente vestido, e perguntou-lhe:

– Toda essa recepção é para mim?

O distinto senhor respondeu-lhe cortesmente:

– Não, reverendo. A população são-joanense está aqui para recepcionar o Excelentíssimo Senhor General Ciro do Espírito Santo Cardoso, Ministro da Guerra. É nosso ilustre conterrâneo e chegará daqui a pouco.

Padre José agradeceu as informações prestadas pelo gentil interlocutor não deixando, porém, de soltar seu proverbial chiste:

– Uai, quanta novidade! Não sabia que o Espírito Santo viajava de trem!

Ao chegar a Belo Horizonte, ao se encontrar com o arcebispo, Dom Antônio dos Santos Cabral, este perguntou-lhe se em São Tiago estava tudo em paz.

Padre José não deixou por menos:

– Em São Tiago, Excelência Reverendíssima, tudo na mais santa paz. Mas, no caminho, algo surpreendente, deveras inusitado: quem encontrei foi o Espírito Santo, na condição de Ministro da Guerra, viajando de trem!

O religioso fervoroso; o boa-praça contador de histórias; o analista social afiado; o pastor paciente; o defensor das crianças. Todas essas facetas de Padre José Duque, um dos párocos mais conhecidos de São Tiago, são contadas em obra que leva seu nome e pode ser baixada clicando aqui.

WhatsApp Email LinkedIn Google+